Leopold Szondi

Leopold Szondi

Voltar para lista de autores

Livros do autor

BiografiaLeopold Szondi

O psiquiatra húngaro Leopold Szondi (1893-1986) foi o fundador da escola de psicoterapia chamada Análise do Destino. Durante a Primeira Guerra, foi atingido por um tiro, mas não sofreu consequências mais graves porque a bala ficara alojada no livro A Interpretação dos Sonhos, de Freud, que levava em sua mochila. Szondi atribuiu um significado especial a este fato e decidiu dedicar sua vida a ajudar as pessoas.
De família judia, L. Szondi perdeu seu emprego quando leis antissemitas foram introduzidas na Hungria e foi levado ao campo de concentração em Bergen-Belsen. Mesmo no campo, chegou a proferir seminários, os quais davam força aos prisioneiros, ajudando-os a enfrentar as adversidades.

Após seis meses na prisão, Szondi e sua família foram libertados graças às negociações conduzidas pela Cruz Vermelha e, em parte, graças à intervenção de Carl Gustav Jung.Depois da Segunda Guerra, radicado em Zurique, Suíça, Szondi passou a clinicar em consultório particular. Lá também publicou grande parte de seus livros sobre a Análise do Destino. Em 1951 fundou a Sociedade para o Diagnóstico Experimental das Pulsões e Psicologia do Destino; em 1958, durante o primeiro congresso internacional, foi fundada a Associação Internacional das Sociedades da Psicologia do Destino. Em 1959 foi agraciado com a cidadania suíça e, em 1961, fundou a Sociedade Suíça de Terapeutas Destinoanalíticos. Em 1962 começou a lecionar na Universidade de Zurique e em 1970 a Universidade Católica de Louvain, na Bélgica, conferiu-lhe o título de doutor honoris causa. Szondi faleceu em 1986, mas ainda hoje há pesquisadores dedicados ao estudo de sua obra e à aplicação de seu método.

Sem estoque Informe o seu e-mail e o notificaremos assim que o produto chegar em nosso estoque:


Enviar Cancelar