Hermógenes Príncipe

Hermógenes Príncipe

Voltar para lista de autores

Livros do autor

BiografiaHermógenes Príncipe

Iniciou a carreira política como vereador em Salvador, Bahia, a mais antiga cidade do país, e foi seu representante na organização do 1º Congresso Brasileiro de Municípios. Nesse evento, presidiu a última sessão preparatória, assumida depois pelo próprio Presidente da República à época, o general Eurico Gaspar Dutra, que instalou aquela importante reunião.

Fundador da Frente Parlamentar Nacionalista e seu primeiro vice-presidente – movimento que teve e tem grandioso papel nos rumos da política brasileira –, Hermógenes Príncipe foi inspirador da “Operação Norte-Nordeste”, que serviu, durante o governo de Juscelino Kubitschek, para a formação da Sudene e da Sudam, agências que se distinguiram, por mais de trinta anos, pelo incentivo ao desenvolvimento, respectivamente, das regiões Nordeste e Norte do país.

Exercendo a vice-liderança na Câmara dos Deputados, Príncipe foi dos mais ardorosos entusiastas da política desenvolvimentista do governo JK (1956-1961), defendendo-a dos ataques daqueles que pretendiam destruir os méritos da administração que conduziu o país num período conhecido, hoje, como os “anos dourados” da vida brasileira. Seus discursos, respondendo a furiosos detratores, eram noticiados, à época, com o maior destaque pela imprensa, permitindo mesmo uma análise clara da fecundidade daquele momento histórico.

Deputado federal pela Bahia por várias legislaturas, Hermógenes Príncipe encerrou em 1966 sua atividade congressual, pugnando sempre pelos ideais de democracia, nacionalismo e desenvolvimento, que marcaram sua atuação política e o tornaram um dos homens políticos mais respeitados daquele tempo.

Neste livro, o amigo de todas as horas e grande seguidor das idéias de Juscelino Kubitschek brinda o leitor com memórias saborosas do mundo político da época, comentando atitudes e posições dos homens públicos que conheceu, analisando fatos e propondo saídas para a atualidade brasileira, seguindo, com reverência, duas máximas que nortearam sua vida: a primeira, de Cícero, historiador e tribuno romano, que afirmava: “A história é a mestra da vida...” e a segunda, de Otávio Mangabeira, ex-governador da Bahia, que ensinava: “Política é conversa e não há política sem conversa”.

Sem estoque Informe o seu e-mail e o notificaremos assim que o produto chegar em nosso estoque:


Enviar Cancelar